sexta-feira, 18 de maio de 2012

MIL E UMA NOITES NO KAIROS!..À Blanqui..

Zachor!

"Qui le croirait: On dit
qu´irrités contre l´heure
Des nouveaux Josués au
pied de chaque tour
Tiraient sur les cadrans
Pour arrêter le jour"


POEMA INFINITO TEMPORAL QUALITATIVO

Esssas observações
sobre

o Pó..
do tempo

E da Ética..

Histórica?

Não começam
aqui.

Não se passam
no Egito.


E Nunca Acabarão..


Vieram antes
de Abrãao.


E pra onde
irão;


Eu não
o sei.


O que

Desejo
Antevejo

e
Ensejo


É Tão somente..
O Fim da Opressão.

E a 'simples'
Reatualização

Messiânica
Revolucionária!

Um comentário:

  1. Benja..à mim?
    Beija Flor!

    Não se matou
    por desespero.

    Se matou
    Por Amor!

    ResponderExcluir